Jingle bells.


Todo fim de ano é igual. Não no sentido literal, claro. Mas aqui é sempre a mesma coisa. Novembro acaba sendo meu último momento para respirar, Novembro costuma ser o fim dos tempos, dos meus tempos.
É como se minha vida parasse e fosse o tempo certo de tudo o que não é bom acontecer, o mau humor deixa de ser uma característica e se torna um peso que eu não consigo levar.
Eu olho as luzes e quero apagá-las.
Eu vejo sorrisos e me esquivo.
Eu ouço conversas e não participo.
Eu olho a ceia, e queria estar sem cabeça como aquilo que você come.
É incrível como um acontecimento antigo consegue transformar uma data comemorativa em um dia que se eu pudesse escolheria não precisar viver.

Manual: como ingressar no Ensino Médio.

Poderia ser um post de autoajuda de uma revista adolescente, mas sou eu tentando ajudar os jovens desse Brasil que no próximo ano sofreram com as desilusões do ensino médio ao qual não pertenço mais, obrigada aos envolvidos. Lembrando apenas que esse blog trata-se de um espaço 100% realista e confiável. 

1º Passo.
A vida não é um High School Musical.

Ninguém vai aparecer do seu lado dançando e cantando sendo acompanhado pela sua escola inteira, sem essa de garotinhos loiros de olhos claros prontos para entregar todo o amor presente em seus corações a você e o único tipo de música que a probabilidade de ser ouvida em sala de aula é muita alta são sempre os estilos musicais que você provavelmente não gosta: sertanejo fim de relacionamento estou sofrendo, rap nacional sou maloqueiro (a), pagode superei meu fim de relacionamento agora vou curtir, funk eu ostento mesmo não tendo dez reais para comprar um salgado na lanchonete. 
Dica de Sobrevivência: leve sempre seus fones de ouvido e esconda-os dos professores e dos colegas de classe, os riscos de seus fones serem apreendidos pelas autoridades ou emprestados para alguém e nunca mais devolvidos são grandes. 

2º Passo.
Trabalhos em grupo. 

Se você acha que a maior ilusão da vida é o amor, reclame no PROCON, pois você foi enganado. Quando você ouvir a frase: "Trabalho em grupo." fique atento! Para os alunos do ensino médio o significado real é: "Vamos deixar tudo em cima daquela (e) idiota ali que no fim ela (e) vai colocar nosso nome mesmo".
Dica de Sobrevivência: não seja a (o) idiota faz tudo que coloca o nome dos outros no trabalho, junte-se a eles e no primeiro dia de aula, assim como um caçador, observe quem pode ser o seu faz tudo na sala. 

3º Passo.
A vida não é um American Pie.

Você não vai ser convidado (a) pra festas, não vai passar o rodo no colégio inteiro (só se você estiver dentro da moda atual e for popular) e não vai viver um American Pie dentro do colégio, seus próximos três anos são mais parecidos com um Carandiru. O mais emocionante que pode acontecer é te convidarem para ir "matar aula", o que gera uns três minutos de adrenalina, trinta minutos de medo por "quebrar as regras", e dependendo das companhias, uma noite inteira passando mal por ter bebido (não adianta fazer essa cara de espanto enquanto lê, nós sabemos que é assim que as coisas funcionam!) e um castigo quando seus pais verem seu boletim.
Dica de Sobrevivência: não use drogas. 

4º Passo. 
Malandro é malandro, e Mané é Mané.


Apenas guarde a frase: malandro é malandro e o Mané... Bom, ele é um Mané.

Dica de sobrevivência: não seja um Mané.

5º Passo.
Aprenda física.

A coisa mais sábia que se pode fazer ao ingressar no ensino médio é: aprenda a merda da física. Acredite, não há nada mais triste do que não conseguir pegar uma matéria desde o inicio e ser fadado a desistir de uma carreira em engenharia. Agora pode não fazer sentido, mas quando o dinheiro se tornar essencial em sua vida, você vai me agradecer.
Dica de sobrevivência: SAI DA INTERNET E VAI ESTUDAR FÍSICA!

Essa foi a primeira edição do "Manual de Sobrevivência: Como Ingressar no Ensino Médio" (favor ler com uma voz de comercial. Grata, a gerência). Mais útil que isso, impossível. Pretendo dar palestras pelo país sobre o assunto, se eu sobrevivi vocês também conseguem.